Capa >> Destinos >> América do Sul >> Hotéis românticos para curtir a dois: DPNY Beach Hotel Ilhabela

Hotéis românticos para curtir a dois: DPNY Beach Hotel Ilhabela

Para comemorar 12 anos de casados, no mês de Fevereiro deste ano, eu e meu marido decidimos conhecer o DPNY Beach Hotel Ilhabela. O hotel foi muito bem indicado por um casal de amigos que costuma viajar a dois com frequência. E, como estávamos vivenciando uma época de seca, com semanas seguidas de sol e céu azul maravilhoso, decidimos deixar as crianças com a minha mãe para curtir uma prainha. Nem preciso dizer que choveu o final de semana inteirinho, sem parar, e não pudemos ficar na praia, bebendo drinks bacanas, como eu imaginava. Mas conseguimos perceber que o hotel pode ser bem gostoso, caso não ocorra nenhuma situação atípica que deixe o seu proprietário irritado, como infelizmente aconteceu neste final de semana.

Quem visita o site do DPNY Beach Hotel logo descobre que o hotel foi eleito o Melhor Hotel de Praia da América do Sul pelo Condé Nast, uma espécie de guia de turismo de luxo. Descobre também que o DPNY Beach Hotel promete oferecer aos seus hóspedes instalações luxuosas, alta gastronomia e música de qualidade, em um surpreendente cenário pé na areia.

E, de fato, esta foi a nossa primeira impressão ao conhecer o DPNY.

Embora sejam um pouco coloridos demais para o meu gosto, os quartos são super bacanas, bem decorados com artesanato regional. O destaque vai para a cama, com a cabeceira feita com pedras e conchas da própria praia, e para o dossel, que confere ao quarto um ar bastante romântico e ajuda a afastar os borrachudos, que são muitos! Os banheiros também são lindos, repletos de mosaicos feitos pelos próprios funcionários do hotel. Ficamos hospedados em uma suíte cinco estrelas que, pelo que percebi, é o quarto mais básico de todos. E, por conta disso, a suíte é um pouco apertadinha. Mas, como pouco usamos o quarto, nossa escolha foi perfeita já que o valor da diária é um pouco salgado. Quando fizer a reserva vale a pena tomar um pouco de cuidado já que existe uma suíte chamada “cinco estrelas – outro lado” que fica em um prédio localizado fora do hotel, do outro lado da rua. E, na minha opinião, atravessar a rua todos os dias tira um pouco o charme do lugar.

DPNY Beach Hotel Ilhabela

DPNY Beach Hotel Ilhabela

DPNY Beach Hotel Ilhabela

O café da manhã do DPNY Beach Hotel também é excelente. Imagine uma infinidade de opções de pães, bolos, frios, geléias, omeletes e até tapioca feita na hora. E, como estava chovendo bastante, tivemos bastante tempo para nos esbaldar de tanto comer. E a melhor parte do café da manhã é que o Prossecco é liberado para quem fica dentro do restaurante, até as 11:00 horas. Melhor que isso, só se a bebida fosse liberada na praia e na piscina.

DPNY Beach Hotel

DPNY Beach Hotel

DPNY Beach Hotel

Aos domingos, além do café da manhã, o DPNY oferece um brunch incrível, recheado de queijos finos, frutas, comidinhas de todos os tipos e uma paella de tirar o fôlego. Aliás, acho que a gastronomia realmente é o ponto forte deste hotel. Os dois restaurantes oferecem opções divinas. Inclusive culinária japonesa, de ótima qualidade. Além disso, o atendimento é impecável e os garçons são incrivelmente atenciosos. No dia em que chegamos ao hotel, nosso jantar estava reservado para as 22:30 horas. Mas, como pegamos alguns pontos de alagamento na estrada, chegamos em Ilhabela após as 24:00 horas. Como o restaurante Tróia estava fechado, e eu tinha adorado as opções do seu cardápio, os garçons e pessoal da cozinha se desdobraram para atender o meu pedido, e me trouxeram um prato incrível preparado pela cozinha do Tróia. E não cobraram absolutamente nada por isso.

Na verdade fechamos um pacote de final de semana em que estavam incluídos o café da manhã, jantar no restaurante Tróia e brunch do domingo, sendo que nas refeições as bebidas eram todas pagas a parte. Da mesma forma, tudo aquilo que comemos e bebemos na praia e na piscina não estava incluído no valor da hospedagem e eram incrivelmente caros! A casquinha de siri, por exemplo, bem pequenininha, custava R$ 38,00. Uma garrafa de champagne Moet, mais de R$ 300,00. A jarra de sangria custava R$ 85,00 e cada taça de kyr royal quase R$ 30,00. Resultado disso foi que, quando fechamos a nossa conta, quase caímos de costas com o valor da nossa consumação.

DPNY Beach Hotel

DPNY Beach Hotel

DPNY Beach Hotel

DPNY Beach Hotel

IMG_2754

Embora pelas fotos o DPNY Beach Hotel Ilhabela pareça enorme, ele é relativamente pequeno, estilo pousada, mas bem aconchegante. Tem uma piscina bem grande e deliciosa, o spa – com uma piscina pequena aquecida e uma jacuzzi – dois restaurantes e a área da praia, cheia de espreguiçadeiras enormes, cabanas com sofás, mesas e colchões onde é possível passar o dia bebendo uns drinks e relaxando. Infelizmente, além da chuva que não deu trégua, no nosso final de semana romântico o hotel recebeu um grupo de moças que celebravam uma despedida de solteira. E, como elas beberam muito mais do que deveriam, acabaram fazendo uma arruaça na piscina e a música de qualidade se transformou em um funk ensurdecedor, com dezenas de meninas lindas e seminuas dançando na boquinha da garrafa. E, por conta disso, sem se importar com os demais hóspedes, que costumam ficar na piscina até tarde da noite, o proprietário do hotel desligou todas as luzes desta área, nos obrigando a voltar para o quarto.

DPNY Beach Hotel Ilhabela

IMG_2717

IMG_2719

IMG_2718

Para terminar o final de semana com chave de ouro, fizemos uma massagem no SPA do hotel. São diversos tipos de massagens e tratamentos de beleza. Optamos por uma massagem relaxante e foi delicioso. Como todo o resto, o precinho também é salgado: R$ 200,00 por pessoa, por cerca de 45 minutos de massagem.

IMG_2693

IMG_2694

Se tiver a oportunidade, não deixe de conhecer o DPNY Beach Hotel Ilhabela. Agora, se você estiver hospedado em algum outro lugar da ilha, pode passar o dia no hotel, que oferece um Day Card, uma espécie de passaporte que dá direito a utilização do clube de praia do DPNY, a piscina, SPA, lounge com acesso a computador, sala de jogos e descanso, bares, estacionamento com motorista, uma refeição, toalhas, internet wi-fi e uma cota de consumo ao longo do dia.  O pessoal do blog Vambora conta um pouquinho mais sobre o Day Card aqui.

Um comentário

  1. Amiga…e quanto aos borrachudos? tem muitos? tenho receio quanto a isto…poderia informar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*