Capa >> Dicas Úteis >> O melhor da Nova Zelândia: Coromandel – Cathedral Cove

O melhor da Nova Zelândia: Coromandel – Cathedral Cove

Nesta última viagem à Nova Zelândia, traçar o nosso roteiro em um dos países mais incríveis que já conhecemos foi uma tarefa extremamente difícil, já que ficamos na Nova Zelândia por apenas sete dias. Na verdade, posso dizer que “passamos” pela Nova Zelândia, em uma das nossas viagens para a Austrália. E, sete dias, é um período muito curto para conhecer um país tão maravilhoso. Como estávamos com crianças, decidimos viajar apenas pela ilha do norte. E, como trilhas e crianças definitivamente não combinam, demos prioridade ao litoral e algumas cidades como Rotorua (onde está localizado o maior parque Geotermal do país) e Waitomo (para conhecer as famosas cavernas dos germes brilhantes).

E foi seguindo este roteirinho que terminamos a nossa viagem conhecendo a Península de Coromandel. Na verdade não chegamos a visitar a Cidade de Coromandel. Nos hospedamos em um apartamento excelente, de dois quartos, todo equipado, em Buffalo Beach, chamado Crowsnest Apartment Accommodation. O valor das diárias gira em torno de S 200,00 dólares. E, a maior vantagem deste “hotel” é que podemos cozinhar. Quando estivemos lá, fritamos até bifes para as crianças. Além do local ser maravilhoso, Buffalo Beach fica relativamente perto de todas as praias bonitas da região, como Hanei, Hot Water Beach e Cathedral Cove (cerca de 20 minutos de carro).

Crowsnest Apartment Accommodation - Coromandel Cathedral Cove
Crowsnest Apartment Accommodation - Coromandel Cathedral Cove

Como a praia de Cathedral Cove é um dos “must visit” da Nova Zelândia, escolhemos o lugar para passar um dia. Os panfletos do hotel explicavam que a praia era acessível apenas a pé ou de barco, mas não falavam muita coisa sobre a trilha de mais de uma hora para chegar à areia, que começa no extremo norte de Hahei. E nós, turistas desavisados, levamos sacolas com comida (porque na praia não há sequer água doce), cadeiras de praia, brinquedos para as crianças, pé de pato e máscaras de mergulho… e duas crianças que quase morreram de tanto andar! Mas acreditem, o sacrifício valeu a pena! A praia de Cathedral Cove é um dos lugares mais bonitos do mundo.

A praia de areias branquinhas, árvores frondosas, mar azul turquesa, penhascos e falésias é de tirar o fôlego. Ela recebe este nome que razão da existência de uma arco formado de pedras que liga as praias de Mare’s Leg Cove e a Cathedral Cove e que prende a atenção de todos os turistas/fotógrafos. É o lugar ideal para um dia de relaxamento, com direito a pic-nic e muitos banhos de mar (bem gelado). No dia em que estivemos lá (mês de Janeiro), a água estava super fria, mas deliciosa.

Embora não tenhamos feito este programa, já que estávamos com as crianças, os visitantes podem fazer um passeio de kayak, de três horas de duração, para explorar a espetacular costa vulcânica da região e as ilhotas que circundam as praias da reserva.

Como o estacionamento onde deixamos o carro fica bem longe do início da trilha, quando chegamos, tivemos que pegar um ônibus que nos levou ao destino. Por se tratar de ônibus e estacionamento particulares (na verdade o dono do estacionamento é o dono do ônibus que faz o transfer), ambos encerram suas atividades pontualmente as 17:30. Portanto, para que os visitantes consigam fazer o caminho de volta pela trilha (a volta é muito pior do que a ida), devem sair da praia, no mais tardar, as 16:00 horas.

4 comentários

  1. Nossa, que visual. Deve ser uma delícia esse passeio e realmente, deve ser mesmo um dos lugares mais lindos…. De onde vem esse azul!!! Parabéns! Adorei o post. Um bj
    Debora

  2. Catedral Cove é linda mesmo.. 3 semanas atrás estive lá e quando estava nadando vi umas 5 arraias nadando praticamente do meu lado.. Pena que a água do mar por aqui na NZ so de para encarar no alto verão..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*