Capa >> Destinos >> América do Sul >> Uma noite a bordo do Splendour of the Seas

Uma noite a bordo do Splendour of the Seas

Durante toda a minha vida cresci ouvindo meu pai dizer que fazer um cruzeiro era uma tremenda roubada, já que não havia nada o que se fazer dentro do navio durante os dias de navegação e que, quando parávamos em alguma ilha, ficávamos “presos” as atividades oferecidas pelas companhias e não conseguíamos conhecer os destinos da viagem. E como tudo o que o meu pai falava era “lei”, jamais tive vontade de fazer um cruzeiro. E olha que não foram poucas as tentativas para me fazer mudar de idéia. Meu irmão fez um cruzeiro pelo Caribe e adorou! Minha mãe foi até a Europa navegando e disse que foi um dos melhores programas que ela já fez. E por aí vai… Até que em Dezembro do ano passado fui convidada pela Royal Caribbean para passar Uma noite a bordo do Splendour of the Seas.  Embarcamos no Rio de Janeiro e passamos apenas 24 horas no navio queridinho dos brasileiros, o Splendour of the Seas. E, bastaram estas poucas horas para que eu me apaixonasse completamente pela idéia de fazer um cruzeiro.

Para quem nunca viu um navio de pertinho – como eu – o seu tamanho impressiona. Imagine que o navio não coube em uma foto só? E, por dentro, ele é maior ainda. São 915 cabines, sendo 357 cabines com varandas, todas com camas queen-size, televisões de tela plana, novos banheiros e interiores completamente reformados, incluindo novas roupas de cama e móveis. As opções de entretenimento também são muitas. O navio tem duas piscinas, sendo uma coberta, uma tela de cinema externa ao lado da piscina descoberta, onde passam clips o dia inteiro, uma academia de ginástica de última geração, parede de escalada, campo de mini golf, e por aí vai… Não existe a menor chance de se sentir preso ou sufocado a bordo do Splendour of the Seas. E olha que este navio é uma das menores embarcações da Royal Caribbean.

O Splendour of the Seas foi revitalizado em Novembro de 2011 para disponibilizar a seus hóspedes ainda mais opções de entretenimento e conforto, além de férias inesquecíveis. Entre as novidades estão as acrobacias aéreas realizadas no Centrum, o programa Royal Babies and Tots Nursery, dedicado aos pequenos de seis a 36 meses de idade e novos locais para refeições ou lanches rápidos como o Park Café Gourmet Deli e a Doghouse, além dos restaurantes de especialidade, o Chops Grille Steakhouse – especializados em carnes nobres, e o asiático Izumi, bem como o novo bar Viking Crown e a experiência Chef’s Table, um jartar com menu degustação harmonizado com vinhos do mundo todo preparados e apresentados pelo Chef para um grupo seleto de 12 hóspedes por noite. Como são muitas novidades e opções de entretenimento, falaremos um pouquinho de cada uma delas.

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Durante as nossas deliciosas vinte e quatro horas, ficamos hospedados em uma cabine com varanda e, novamente, a minha idéia de que as cabines são apertadas e sufocantes foi por água abaixo. A cabine era super espaçosa, tinha uma cama de casal e um sofá cama, além de muitos armários para guardar roupas e objetos pessoais. O banheiro também era muito maior do que eu imaginava. Achei esta cabine absolutamente perfeita para quem faz um cruzeiro um pouco mais longo ou para quem viaja com as crianças. A varanda da cabine é incrível. Nós curtimos a partida do Rio de Janeiro sentados na varanda, tomando um champagne e curtindo a paisagem cinematográfica do pôr do sol e do Cristo Redentor. Foi inesquecível e super romântico. E para a mamães que morrem de medo de fazer um cruzeiro com os filhos (eu morria de medo que os meus pequenos caíssem no mar), a porta da varanda tem uma tranca de segurança totalmente à prova de crianças. Foi difícil até para nós abrir e fechar a porta. Mas, para quem quer ainda mais segurança, as suítes com janelas são igualmente bacanas, praticamente do mesmo tamanho das cabines com varanda, e as janelas são bem grandes. Impossível de sentir sufocado.

Splendour of the Seas

Cabine com varanda

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Como não podia deixar de ser, as áreas internas do Splendour of the Seas são enormes e muito bonitas. Eu até diria glamourosas. Nós chegamos a nos perder algumas vezes enquanto procurávamos os restaurantes do navio. Infelizmente, não pudemos aproveitar todas as opções de entretenimento que o navio oferece, já que embarcamos pouco antes do horário do almoço do sábado e desembarcamos no porto de Santos no domingo pela manhã, mas tivemos a certeza de que é impossível ficar entediado a bordo do Splendour of the Seas.

No átrio central do navio, chamado de Centrum, há shows de música quase todas as noites. Além disso, há um show de malabarismo aéreo, cheio de luzes e efeitos especiais, geralmente realizado no dia do “Jantar com o comandante”. Também há quem fique sentado, conversando e bebendo, em uma das muitas poltronas próximas ao bar do Centrum. Aliás, outro mito que quebramos foi de que todas as bebidas alcoólicas servidas no navio são caríssimas! Embora os valores sejam cobrados em dólares americanos, o preço dos drinks é muitas vezes inferior ao praticado em restaurantes de São Paulo.

Splendour of the Seas

Centrum

Splendour of the Seas

Centrum

Splendour of the Seas

Bar localizado no Centrum

Como eu já mencionei, o Splendour of the Seas tem duas piscinas, sendo uma coberta e uma descoberta. Na piscina descoberta existe um telão de cinema super bacana, onde passam clips de música o dia inteiro. Como embarcamos no navio no dia em que a maior parte dos passageiros visitava o Rio de Janeiro, aproveitamos a tarde para curtir a piscina, que estava bem tranquila. Passamos algumas horas nas espreguiçadeiras (que são muitas, localizadas em todos os decks) ouvindo músicas bacanas e tomando margaritas. Para quem não quer perder a forma (o que eu acho impossível em um cruzeiro), existe uma academia de ginástica equipada com aparelhos de última geração, com vista para o mar, uma parede de escalada incrível, um campo de mini golf com 18 buracos, pista de cooper no deck superior, e por aí vai…

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

GOPR0451

Splendour of the Seas

Na parte interna do navio, o entretenimento fica por conta dos shows (que não são poucos). Além disso, são 10 bares e lounges, para todos os gostos, todos muito bacanas e requintados. Existem também as festas temáticas, que infelizmente não conhecemos, já que embarcamos no último dia de viagem.

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Windjammer Café

Splendour of the Seas

Como eu imaginava que tudo dentro de um navio fosse pequeno e apertado, me surpreendi com cassino do Splendour of the Seas. São mais de 600 metros quadrados de área, com 164 máquinas caça-níqueis e 11 mesas de jogos. Confesso que me senti em Las Vegas e imagino que o cassino deva “ferver” após o jantar. Mas, como o cassino só funciona quando a embarcação está em alto mar e já tínhamos muitos compromissos para a noite do sábado, não pudemos tentar a nossa sorte.

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Eu sempre soube que se come bastante dentro de um navio. Mas não sabia que a qualidade da comida era tão boa. Na verdade, eu imaginava que os restaurantes fossem mais simples e que as refeições fossem sempre iguais, um pouco sem graça inclusive. Mais uma vez eu estava enganada. Após a sua revitalização, o  Splendour of the Seas passou a contar com mais cinco novos restaurantes: O Park Café Gourmet Deli e a Doghouse, onde podemos fazer uma refeição mais rápida, além dos restaurantes de especialidade, o Chops Grille Steakhouse – especializados em carnes nobres, o asiático Izumi, e a experiência Chef’s Table, um jantar com menu degustação preparado e apresentado pelo Chef para um grupo de apenas 12 hóspedes por noite.

Além destes novos restaurantes, existe o Windjammer Café, restaurante estilo buffet onde a maior parte dos passageiros toma café da manhã e almoça, e o The King & I, restaurante à la carte do navio.  Almoçamos e tomamos nosso café da manha no Windjammer Café. Embora seja um pouco mais simples, a comida é bem gostosa e muito bem preparada. Além disso, a diversidade de pratos é enorme! É possível comer hamburguer, massas, carnes, saladas, frios, arroz e feijão, cordeiro ao curry, bistequinhas de porco … e muito mais, em uma única refeição. Já no The King & I, as refeições são mais sofisticadas e muito gostosas. Só de lembrar me deu água na boca.

Os restaurantes especialidades não estão incluídos no “pacote” do navio. Mas existe um valor extra, de US$ 110,00 por pessoa, que dá direito ao passageiro jantar no Chops Grille Steakhouse, no o asiático Izumi e a participar da experiência Chef’s Table. Considerando que estes restaurantes são simplesmente deliciosos, achei o valor deste pacote extra excelente!

Splendour of the Seas

The King and I

Splendour of the Seas

The King and I

Splendour of the Seas

Jantar no The King and I

Splendour of the Seas

Cardápio do restaurante de especialidades Izumi

Splendour of the Seas

Café da manhã no Windjammer Café

Splendour of the Seas

Café da manhã no Windjammer Café

Mas o que mais me surpreendeu durante esta noite a bordo do Splendour of the Seas foi a cortesia e a simpatia da equipe da Royal Caribbean, em especial dos garçons e garçonetes (que foram os tripulantes com quem tivemos mais contato) que, pelo que observamos durante o jantar, conheciam os passageiros pelo primeiro nome, além de todas as suas preferências. Acho que esta cordialidade e boa vontade da tripulação fazem com que os cruzeiros da Royal Caribbean sejam realmente diferenciados.

O fato é que depois destas vinte e quatro horas – que passaram voando – descobrimos que navegar é simplesmente delicioso!

Infelizmente, o Splendour of the Seas ficará no litoral sul-americano somente até 20 de abril de 2015 e não teremos a chance de fazer uma viagem um pouco mais longa no navio que se tornou o queridinho dos brasileiros, já que, depois disso, ele navegará pelas águas do Oriente Médio, passando por Dubai, Turquia, Israel e outros muitos destinos. Mas, certamente, repetiremos a nossa aventura em um dos muitos navios maravilhosos da Royal Caribbean, desta vez, levando as crianças.

Para encontrar o cruzeiro que tem tudo a ver com você, visite o site da Royal Caribbean: http://www.royalcaribbean.com.br. São tantas opções, que dá para planejar as férias dos próximos dez anos!

* Agradecemos à Royal Caribbean e à X Comunicação pelo convite para passar Uma noite e bordo do Splendour os the Seas.

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Splendour of the Seas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*