Capa >> Dicas Úteis >> Uma viagem deliciosa pelo interior da Alemanha: Castelo de Neuschwanstein e Castelo de Heidelberg

Uma viagem deliciosa pelo interior da Alemanha: Castelo de Neuschwanstein e Castelo de Heidelberg

Há alguns anos fiz uma viagem bem bacana pela Europa com alguns amigos. Passamos cerca de vinte e cinco dias passeando de carro pelo interior da Alemanha, Holanda, República Tcheca e Hungria. Como meu pai tinha acabado de voltar da Europa, ele me deu várias dicas de passeios imperdíveis. Dentre elas, falou que eu não podia deixar de visitar o Castelo de Neuschwanstein, – que hoje eu sei que está localizado perto das cidades de Hohenschwangau e Füssen, no sudoeste da Baviera – , castelo este que serviu de inspiração ao Castelo da Cinderela (ou da Bela Adormecida), símbolo dos Estúdios Disney.

Como sempre, eu fui a responsável pela elaboração do roteiro. Na verdade, decidimos juntos qual seriam os nossos destinos, mas eu cuidei pessoalmente da “logística”. Como ainda não existia GPS ou IPhone, compramos um guia de estradas da Michelin.  E eu nem preciso dizer que nosso passeio ao Castelo de Neuschwanstein virou a maior confusão.

Não sei como isso aconteceu, mas saí do Brasil afirmando para todos que o Castelo de Neuschwanstein, na verdade, se chamava Castelo de Heidelberg e, por razões absolutamente lógicas, estava localizado na cidadezinha de Heidelberg. E, como desembarcaríamos em Munique e alugaríamos o carro no próprio aeroporto, conhecer o tão sonhado “Castelo de Heidelberg” parecia ser a coisa mais fácil do mundo!Embora todos tenham me culpado pelos fatos ocorridos, nenhum dos meus companheiros de viagem se preocupou em conferir se a baboseira que eu estava falando estava correta ou não. Então, depois de passarmos alguns dias em Munique, com a ajuda do nosso amigo Michelin, pegamos a estrada com destino à Heidelberg.E qual foi a nossa surpresa ao descobrir que o

Castelo de Neuschwanstein não ficava em Heidelberg? Na verdade, chegamos a uma cidade que não tinha nenhuma característica da Bavária. Aqueles pinheiros maravilhosos, com os cumes dourados, o lago que mais parecia um espelho d’água, e o Castelo da Cinderella estavam muito longe de Heidelberg. Longe mesmo! Quatrocentos quilômetros, para se exata. Obviamente, sem internet, só descobrimos que o Castelo de Neuschwanstein estava localizado ao norte de Munique quando voltamos ao Brasil.Embora todos tenham ficado muito decepcionados com o meu erro, confesso que Heidelberg foi uma surpresa maravilhosa. A cidade – que mais parece uma cidade medieval – é linda e, como todas as cidades no interior da Alemanha, é muitíssimo bem cuidada.
Como muitos sabem, o Castelo de Heidelberg é uma das mais famosas atrações da Europa. E não é para menos. Embora boa parte do Castelo esteja em ruínas, alguns dos seus pontos mais bonitos conseguiram sobreviver às inúmeras guerras e conflitos entre França e Alemanha. Ou seja, ainda há muito o que visitar. Além disso, além dos seus jardins absolutamente maravilhosos, é possível conhecer o seu interior através de um tour guiado (4,00 Euros).

Quem olha as fotos abaixo, percebe que o Castelo de Heidelberg fica bem próximo ao centro da cidade. No entanto, somente é possível chegar ao Castelo a pé se o visitante caminhar por uma trilha, o que muitas vezes não é tão fácil. Então, se quiser evitar transtornos – e muito cansaço – vale a pena pegar uma carona no bondinho (Funicular). O passeio é lindo, e o valor do bilhete já está incluído no ingresso para visitação das ruínas (7,00 Euros).

Obviamente, o castelo não é a única atração de Heidelberg. A principal rua da cidade – a Haptstrasse – cruza a cidade velha de ponta a ponta e abriga a maior parte do comércio de Heidelberg.

São dezenas de bares, cafés e lojinhas, sempre cheios de jovens e gente bonita, já que Heidelberg abriga uma das faculdades de medicina mais antigas da Alemanha.

Ou seja, é o lugar ideal para passar a tarde e comer um delicioso Apfelstrudel com cerveja!

Às margens do Rio Neckar – que margeia toda a cidade – também é possível fazer um passeio por um dos lugares mais bonitos de Heidelberg, o Caminho do Filósofo (Philosophenweg).

A vista da cidade e do castelo fazem valer cada minutinho da caminhada.Como toda a Europa, Heidelberg fica muito mais bonita na primavera. Mas é no verão que acontece o famoso “Festival do Castelo”, com muitas atrações de música, dança e muitos, muitos jovens.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*